Carreiras

O mundo do trabalho

 

Domingo (22/11), no Empregos&Carreiras

Em prova
Estudo para concurso público deve incluir testes anteriores

Análise
Confira as principais características das provas de grandes organizadoras de concursos

Sua carreira
Crédito reaquece busca por corretor de imóveis

Escrito por Equipe do blog Carreiras às 20h52

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Concursos em São Paulo

Órgão: Prefeitura de Araras (SP)
Vagas: 106
Cargo: médico
Salários: de R$ 2.000 a R$ 8.000, conforme a especialidade
Taxa: R$ 60
Inscrições: www.faperp.org.br/ararasmedicos, até 30/11

Órgão: Prefeitura de Canas (SP)
Vagas: 43
Cargos: ajudante geral, enfermeiro, farmacêutico, médico, professor e vigia, entre outros. Há oportunidades para profissionais com ensino fundamental, médio, técnico e superior
Salários: de R$ 473 a R$ 5.363, conforme o cargo
Taxas: de R$ 20 a R$ 150, conforme o cargo
Inscrições: www.agirh.com.br, até 19/11

Órgão: Prefeitura de Parapuã (SP)
Vagas: 71
Cargos: agente de serviços escolares, auxiliar de enfermagem, dentista, enfermeiro, médico e professor, entre outros. Há oportunidades para profissionais com ensino fundamental, médio e superior
Salários: de R$ 532,83 a R$ 6.800, conforme o cargo
Taxas: R$ 20, R$ 30 ou R$ 50, conforme o cargo
Inscrições: www.asseconp.com.br, até 20/11

Escrito por Raquel Bocato às 14h51

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Palestra gratuita para líderes em tempos de crise

 
 

Palestra gratuita para líderes em tempos de crise

O Universo do Conhecimento e a Franklin Covey Business School promoverão em parceria a palestra gratuita A Importância do Engajamento em Tempos Difíceis, no dia 24 de novembro, às 19h, na alameda Ministro da Rocha Azevedo, 419, Jardim Paulista, em São Paulo.
 
Ministrado por Luciano Meira, consultor e diretor de desenvolvimento da Franklin Covey Brasil, o encontro pretende ensinar líderes a engajar equipes em períodos de crise. O evento abordará os níveis de engajamento numa organização e os modelos que contribuem para que as pessoas possam, voluntariamente, oferecer seus maiores esforços de energia.
 
Serviço:
Palestra A Importância do Engajamento em Tempos Difíceis, com Luciano Meira 
Quando: 24 de novembro, das 19h às 21h
Onde: Universo do Conhecimento, alameda Ministro da Rocha Azevedo, 419, próximo às estações Consolação e Trianon-Masp do Metrô
Quanto: gratuito
Inscrições: www.universodoconhecimento.com.br
Informações: tel. 0/xx/11/3061-6490 e universo@universodoconhecimento.com.br

Escrito por Sílvia Haidar às 14h31

Comentários () | Enviar por e- mail | Gestão de carreira | PermalinkPermalink #

Mais de 12 mil vagas temporárias

 
 

Mais de 12 mil vagas temporárias

Allis
A Allis, empresa de recursos humanos e terceirização de serviços, tem 12 mil vagas temporárias de final de ano em todo o Brasil. Os postos são para vendedores, atendentes de vendas, supervisores de vendas, promotores de vendas, estoquistas, auxiliares de estoque, fiscais de loja e caixas, entre outros. Os salários vão de R$ 600 a R$ 1.000 e incluem benefícios como refeição no local e vale-transporte. Os candidatos devem ter ensino médio completo e disponibilidade para trabalhar aos finais de semana.
 
Em São Paulo, os interessados podem comparecer à unidade de recrutamento e seleção da Allis, na rua Bráulio Gomes, 36, 15º andar, Centro, ou enviar o currículo para lojas@allis.com.br. Já no Rio de Janeiro, o local da seleção é na avenida Rio Branco, 80, 3º andar, Centro. Em Belo Horizonte, os candidatos podem comparecer à Casa de Cultura da Faculdade Estácio de Sá, localizada na rua Erê, 207, Prado.
 
Em Curitiba, os profissionais devem ir à sede da empresa, na avenida João Galberto, 1.749, 6o andar, Juvevê. Em Porto Alegre, os candidatos podem levar o currículo à unidade da Allis, na avenida Mauá, 2011, sala 1301, Centro. Os candidatos podem ainda registrar-se no site www.allis.com.br.
 
Fnac
A Fnac, rede de lojas de livros, eletrônicos e outros produtos, oferece 207 vagas de trabalho temporário em suas nove lojas no Brasil (três em São Paulo e outras em Campinas, Ribeirão Preto, Curitiba, Brasília, Porto Alegre e Rio de Janeiro). As inscrições podem ser feitas até o dia 26 de novembro pelo site fnac.com.br, no link “trabalhe conosco”. Entre os benefícios oferecidos estão ticket-refeição e vale-transporte.
 
Os pré-requisitos para cada cargo são: 
Vendedor: ensino médio completo; experiência no varejo e com atendimento; afinidade com livros, filmes, brinquedos e tecnologia; ser persuasivo e proativo e ter ótima comunicação.
Operador de caixa: ensino médio completo; experiência no varejo, no atendimento a clientes; conhecimento de caixas automatizados; habilidade em cálculos; ser persuasivo e proativo e ter ótima comunicação.
Auxiliar de loja: ensino médio completo; experiência no varejo, com atendimento a clientes e conhecimento de emissão de NF; habilidade com troca de mercadorias; ser persuasivo e proativo, saber contornar objeções e ter ótima comunicação.

Escrito por Sílvia Haidar às 16h01

Comentários () | Enviar por e- mail | Vagas | PermalinkPermalink #

Projeto olímpico é tão complexo quanto ida a Marte, diz diretor da Nasa

 


Montagens com fotos de Antônio Gaudério/Folha Imagem e AFP

Montagem do Cristo Redentor com Marte ao fundo

Para o especialista em gestão de projetos Edward Hoffman, diretor da Academia de Liderança da Nasa (agência espacial norte-americana), um bom líder de projetos deve  criar as metas e dividir os papeis.

Em entrevista ao blog Carreiras, Hoffman comparou comparou o desafio do projeto olímpico com o de enviar robôs a Marte. Ele esteve no Brasil a convite do Project Management Institute. Confira trechos da entrevista.


OLIMPÍADA E IDA A MARTE

[Sediar a Olimpíada] tem a mesma complexidade [que ir a Marte], com diferente fatores. Nós estamos enviando dois robôs para Marte, então os desafios tecnológicos são diferentes. Mas acho que os a maioria deles são os mesmos: o de conseguir suporte dos políticos e da sociedade; o financeiro, de arrecadar e usar o dinheiro de maneira transparente; e o maior de todos: colocar pessoas com diferentes habilidades trabalhando juntas.

Assim como na Nasa, na Olimpíada haverá pessoas muito talentosas com ideias diferentes sobre o que deve ser feito para que o projeto seja bem-sucedido. É preciso pensar em como elas vão trabalhar juntas da maneira mais eficiente possível —e ainda gostar disso. Acho que a Olimpíada no Rio em 2016 será muito difícil, será um desafio. E é por isso que o Rio de Janeiro e o Brasil querem a Olimpíada, porque o desafio desperta o que há de melhor em nós.

COMPLEXIDADE E CONTROLE

O mundo ficou mais complexo. O velho mundo de administrar com controles não é mais capaz de lidar com os desafios de hoje em dia. A administração é vista como controle, organização, planejamento e execução. Isso é necessário, mas também é necessário focar a liderança dos projetos.

Na Nasa, precisamos ter uma estrutura centralizada. Mas também é necessário dar autonomia, pois as pessoas talentosas precisam disso para serem bem-sucedidas. Nós estamos vivendo num mundo de projetos, programas e portfólios. A natureza desse mundo é complexa por causa da mudança, das novas tecnologias e da colaboração global. Os principais ingredientes para um projeto ser bem sucedido são pessoas e liderança.

PESSOAS

Nos projetos das Nasa, cerca de 7% das pessoas são de outros países. Na Olimpíada também haverá pessoas de diferentes países, disciplinas, lugares e idades. O desafio é colocá-las juntas para trabalhar, entender o projeto e ter sucesso juntas.

Uma equipe de projeto tem de se preocupar em unir controle e execução da estratégia. Talvez uma única pessoa possa ter essas duas funções, mas normalmente elas são feitas por dois ou mais membros da equipe.

Projetos são comunidades trabalhando em conjunto para resolver desafios complexos. Assim, o líder é fundamental, já que gestão de projetos não é apenas execução.

LIDERANÇA

Liderança tem a ver com pessoas. Somos capazes de identificar o talento de que precisamos e colocá-los juntos para trabalhar de maneira eficiente, com uma mesma visão.

Ou seja, não se pode simplesmente dizer às pessoas o que elas devem fazer. O líder deve juntar o time e tentar criar as metas, dividir os papéis, desenhar os projetos e os processos e pensar em como trabalhar em conjunto.

É importante que o líder conheça a área de atuação do projeto. Tem pessoas que acham que um bom líder de projeto é capaz de gerenciar qualquer projeto. Até acho que isso pode acontecer, mas em geral depende da organização desenvolver seus talentos para que mais de uma pessoa possa liderar.

FORMAÇÃO DO LÍDER

O melhor para uma organização é ter muitas pessoas diferentes com a capacidade de liderar projetos. Se é sempre a mesma pessoa, a inovação pode ser travada.

A formação do líder vai depender da organização em que ele atua. Gestão de projetos é definir como trabalhamos e nos organizamos juntos para sermos bem-sucedidos em uma missão. E a natureza da nossa missão é que vai definir as disciplinas e as habilidades que precisamos.

De qualquer forma, o líder tem que ter capacidade de adaptação, ser inovador e ter disciplina.

CONHECIMENTO TÁCITO

Um elemento necessário a qualquer líder e em qualquer projeto é o conhecimento tácito, que é o que vem com a experiência e leva à sabedoria.

Quem é muito bom em combater incêndios, por exemplo, olha para a chama, vê suas diferentes cores, percebe o vento e sabe para onde o fogo vai e por onde andar.

Escrito por André Lobato às 16h26

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Blog Carreiras O blog Carreiras é uma extensão da cobertura publicada semanalmente no caderno Empregos&Carreiras. É produzido pelos jornalistas Bruna Borges, Cássio Aoqui, Jordana Viotto, Marcos de Vasconcellos e Raquel Bocato.
RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.